Como lidar com fotos vazadas

Por: Camilla Saldanha e Anne Abe

O WhatsApp virou parte integrante em nosso dia, é raro encontrar quem não utilize o aplicativo. As informações são veiculadas de forma rápida e uma grande quantidade de vídeos e fotos são compartilhados todos os dias graças aos diversos grupos, o que também aumenta o risco de conteúdos mais íntimos, como fotos e vídeos vazarem na plataforma e se espalharem na internet.

Carolina Dieckmann em delegacia do Rio de Janeiro, quando foram divulgadas 36 fotos íntimas suas

Diferente do que muitos pensam, a internet não é uma terra sem lei e crimes cometidos na rede devem ser punidos. A Lei Carolina Dieckmann que serve para infrações virtuais foi sancionada em dezembro de 2012, e batizada com o nome da atriz, devido à repercussão do caso. Carolina teve a sua conta de e-mail invadida por hackers e 36 imagens foram compartilhadas na internet depois que ela se recusou a pagar o valor exigido de R$ 10.000,00.

No entanto, segundo a advogada Karla Cardoso, 24, a lei pune apenas a invasão de computador alheio para obtenção de arquivos, já quando diz respeito a fotos vazadas ainda não há uma legislação específica. “Quando uma lei considera determinado arquivo como sendo sigiloso, a divulgação indevida é punida mais severamente, mas isso não tem relação com fotos intimas”, disse. Portanto, a saída para esses casos é prestar queixa de crimes contra a honra (injúria e difamação) e pedir indenização por danos morais.

Além de Carolina Dieckmann, outros famosos também foram vítimas da exposição de sua intimidade, como a socialite Kim Cardanhista e as atrizes americanas Jennifer Lawrence e Scarlett Johansson.

0001
Kim Kardashian, Jennifer Lawrence e Scarlett Johansson tiveram imagens íntimas divulgadas na internet

O caso mais recente envolvendo o vazamento de imagens íntimas em grupos de WhatsApp aconteceu com o ator Stênio Garcia e a esposa Marilene Saade. As imagens começaram a circular na internet em setembro deste ano. Em entrevista ao Fantástico após a repercussão, Marilene mencionou que se “sentiu estuprada”com tanta exposição. Eles também afirmaram que não sabem como isso aconteceu e que esperavam justiça.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s